Brasil Brasil Acesso

Notícias

Departamento de Morfologia faz homenagem ao cadáver desconhecido

Departamento de Morfologia faz homenagem ao cadáver desconhecido

30/08/2013 10:34

Demonstrando o respeito e o reconhecimento aos que anonimamente, com seus corpos, tornam possível o estudo científico para o bem da humanidade, foi realizada na manhã desta sexta- feira (30), no setor de Anatomia da Universidade Federal do Piauí (UFPI), a cerimônia em homenagem ao Cadáver Desconhecido.

A homenagem foi organizada pelo Departamento de Morfologia do Centro de Ciências da Saúde (CCS), e contou com a presença da Vice-reitora, professora Dra. Nadir Nogueira; da Pró-reitora de Assuntos Estudantis e Comunitários, professora Dra. Cristiane Torres, do Chefe do Departamento de Morfologia, professor Dr. Airton Mendes Conde Júnior e demais professores.

O evento teve início com o discurso do Chefe do Departamento de Morfologia, professor Dr. Airton Mendes Conde Júnior, que ressaltou a importância da cerimônia para a formação ética dos futuros profissionais da área de saúde. Em seguida, dando início às apresentações, a professora Dra. Eunice Anita de Moura Fortes, fez a leitura do texto "Memórias de um cadáver desconhecido".

Os discentes participaram da homenagem com a formação de um coro falado para a declamação de um trecho da peça "Vida e Morte Severina" do escritor João Cabral de Melo Neto. As apresentações foram encerradas com a música "Nzoto", interpretada pela discente Benedicte Mubilanzila, da República Democrática do Congo.

 

 

A Vice-reitora, Nadir Nogueira, destacou a contribuição do cadáver desconhecido para a formação dos profissionais de saúde nas áreas de Medicina, Enfermagem, Odontologia, Nutrição, Farmácia e Educação Física, e a importância da homenagem. "É a partir da utilização do cadáver desconhecido e de suas peças na disciplina de anatomia humana, que a universidade contribui de maneira efetiva na formação dos alunos dos cursos da área de saúde de maneira geral. Desta forma, ele se torna um objeto de estudo e isso contribui certamente na formação de cada um. O resgate dessa homenagem é mais do que louvável. Hoje vemos aqui a iniciativa do Departamento de morfologia - professores e alunos - que participaram dessa homenagem do cadáver que não é mais desconhecido", afirmou.

Segundo a Vice-reitora, a universidade construirá o memorial ao cadáver desconhecido, em terreno cedido pela Prefeitura Municipal de Teresina (PMT), no cemitério São Judas Tadeu, localizado na zona Leste de Teresina. "Comungando deste ato digno de respeitar, de forma ética, todos esses cadáveres que são doados à universidade, dando-se um destino digno a esses indivíduos que não têm nome, mas que tiveram uma grande missão ao contribuir com a formação de nossos profissionais na área da saúde", concluiu.

A homenagem foi encerrada com a celebração da missa em Ação de Graças pelo "Cadáver Desconhecido", presidida pelo Padre Amadeu Matias, e contou com participação de professores e alunos do Centro de Ciências da Saúde da UFPI.   

Notícias

publicidade publicidade publicidade publicidade publicidade publicidade publicidade publicidade

© 2010, Universidade Federal do Piauí - UFPI   Campus Universitário Ministro Petrônio Portella - Bairro Ininga - Teresina - PI
Coordenadoria de Comunicação Social, (86)3215-5525, Fax (86)3215-5526, comunicacao@ufpi.edu.br
CEP: 64049-550 - Todos os direitos reservados.