Ir direto para menu de acessibilidade.
Página inicial > Últimas Notícias - UFPI > Inscrições para o teste de proficiência em Língua Inglesa - TOEFL ITP
Início do conteúdo da página

HU-UFPI realiza ação de prevenção ao Alzheimer

Imprimir
Publicado: Terça, 18 de Setembro de 2018, 15h25

WhatsApp Image 2018-09-18 at 11.41.19 (1).jpeg

O Hospital Universitário da Universidade Federal do Piaui (HU-UFPI), filiado à Empresa Brasileira de Serviços Hospitalares (Ebserh), realiza nesta sexta-feira (21) atividade alusiva ao Dia Mundial de Prevenção à Doença de Alzheimer, 21 de setembro – o Setembro Violeta.

Organizada pela Unidade de Clínica Médica do Hospital (UCM), a ação é aberta ao público e ocorrerá das 9h às 11h, contando com Circo-Terapia, Falas Educativas, Lanche Saudável e outras reflexões sobre saúde. “A idéia é mostrarmos o quanto a conscientização é importante no combate ao Alzheimer”, explica a geriatra Glenda Moreira, Chefe da Unidade.

Estímulo ao cérebro, exercícios físicos, alimentação saudável, controle de diabetes e de pressão arterial e uso de vitamina D são medidas importantes na prevenção da doença. “Envelhecer bem não é apenas uma questão de sorte. É de decisão também”, enfatiza Moreira. Apesar de incurável, o tratamento ao Alzheimer permite melhor qualidade de vida do paciente, por meio de medicamentos, bem como pela atenção de familiares e pessoas próximas.

O Alzheimer é responsável por 60% dos casos de demência em idosos. Dados da Associação Internacional de Alzheimer (ADI) indicam que 36 milhões de pessoas no mundo são acometidas pela doença, com previsão de aumento de 85% até 2030, sendo este aumento de 146% na América Latina tropical, onde está localizado o Brasil.

Cerca de 5% dos brasileiros com mais de 65 anos sofrem de Alzheimer e metade dos idosos com mais de 85 anos, também. Números da Academia Brasileira de Neurologia (ABN) apontam que 95% das vítimas morrem até cinco anos após apresentar os primeiros sintomas. “O  Alzheimer manifesta-se lentamente e vai se agravando ao longo do tempo. O sintoma inicial mais comum é a perda de memória, com dificuldades em recordar eventos recentes, nome de familiares e modificações no comportamento”, descreve a geriatra.

A UFPI foi a primeira instituição do Piauí a ofertar formação médica em Geriatria, por meio do Programa de Residencia Médica em Geriatria do HU-UFPI, criado em 2016. Em 2018, formou-se a primeira aluna do Programa, a agora geriatra Lilian Leitão Monteiro. “O HU-UFPI tem a missão de ofertar serviços de assistência a saúde, de forma qualificada, e formação de recursos humanos através do desenvolvimento de ensino, pesquisa e extensão”, conclui Glenda Moreira.  

Sobre a Ebserh        

Desde abril de 2013, o HU-UFPI é filiado à Ebserh, estatal vinculada ao Ministério da Educação que atua na gestão de hospitais universitários federais. O objetivo é, em parceria com as universidades, aperfeiçoar os serviços de atendimento à população, por meio do SUS, e promover o ensino e a pesquisa nas unidades filiadas.​ 

A empresa, criada em dezembro de 2011, administra atualmente 40 hospitais e é responsável pela gestão do Programa Nacional de Reestruturação dos Hospitais Universitários Federais (Rehuf), que contempla ações nas 50 unidades existentes no país, incluindo as não filiadas à Ebserh.

 

 

 

Fim do conteúdo da página