Ir direto para menu de acessibilidade.
Página inicial > Últimas Notícias - UFPI > PREG divulga calendário acadêmico 2017.4, 2018.1 e 2018
Início do conteúdo da página

UFPI vai colaborar na construção do Plano Estadual de Segurança Pública

Imprimir
Publicado: Segunda, 17 de Julho de 2017, 12h30

Professora Nadir falando.jpg

Reitora da UFPI em exercício, Nadir Nogueira, fala sobre as colaborações que a Instituição pode dar ao Plano

A Reitora em exercício da UFPI, Profa. Dra. Nadir Nogueira, participou na sexta-feira (14) de uma reunião no prédio da Justiça Federal para tratar da construção do Plano Estadual de Segurança Pública do Piauí, que tem realização do Gabinete de Gestão Integrado (GGI) e do governo do estado.

Com mediação da diretora de Gestão Interna da Secretaria da Segurança Pública do Piauí, delegada Eugênia Villa, o encontro contou com a presença da governadora em exercício Margarete Coelho, do secretário de Estado da Segurança, Fábio Abreu, além de representantes da Universidade Federal do Piauí (UFPI), Universidade Estadual do Piauí (Uespi), Instituto Federal do Piauí (IFPI) e de entidades do poder judiciários e sociedade civil organizada.

O plano está em fase de compilação de dados, colhidos em plenárias nos doze territórios piauienses, onde a própria população pôde relatar problemas relacionados à violência, além de dar sugestões para melhorar a segurança com base na vivência na realidade local. Agora, o Plano segue em uma nova etapa, em que serão trabalhados os eixos de desenvolvimento.

As instituições de ensino e pesquisas foram a convidadas a participar do encontro e de fases seguintes de elaboração do plano para auxiliar na tabulação dos dados coletados e colaborar, com seus professores e pesquisadores, na sugestão de estratégias relacionadas aos eixos de atuação do plano.

Em sua fala, a Reitora em exercício da UFPI Nadir Nogueira destacou a importância de a Academia colaborar na construção de novas estratégias de prevenção e enfrentamento à violência.

“Identifico aqui dois eixos, nos quais a Universidade pode trabalhar de forma mais efetiva: eixo 4 – prevenção social do crime e da violência ( questões de gênero, geracional, racial/ética, orientação sexual e diversidade, segurança do transito e conflitos agrários; e eixo 5 – segurança e dinâmica socioeconômica dos territórios. Da mesma forma como não há desenvolvimento sem pesquisa, sem inovação tecnológica, não conseguimos imaginar o estado crescendo sob a aspecto do desenvolvimento  econômico sem segurança”, avaliou Nadir Nogueira.

A elaboração do Plano usa como base a política de desenvolvimento da Secretaria de Planejamento do Estado e foi construído com base em cinco eixos temáticos, a partir da política nacional de segurança e do ideal de desenvolvimento econômico e social.

“Estamos fazendo esse plano debatendo com a sociedade, debatendo com as instituições, mas também debatendo com a população, debatendo com a academia. E o gabinete de Gestão Integrada é um fórum perfeito para essa discussão, tendo em vista que aqui estão representantes da sociedade civil, das instituições e das academias. A partir de agora nós vamos começar a pensar esse plano modelado por região para que nós possamos ter um plano de segurança que atenda às necessidades da população”, explica Margarete Coelho.

O plano deve ser apresentado até dezembro de 2017, conforme informou o secretário de Segurança, Fábio Abreu.

Fim do conteúdo da página