Ir direto para menu de acessibilidade.
Início do conteúdo da página

Livraria Universitária Monsenhor Melo possui um dos maiores acervos de obras piauienses do estado

Imprimir
Publicado: Quinta, 08 de Fevereiro de 2018, 14h15

Criada em 1992 pelo então Reitor Charles Camilo da Silveira, a Livraria Universitária Monsenhor Melo, ligada à Editora da Universidade Federal do Piauí (EDUFPI), possui um acervo que dispõe de publicações de cunho científico, artístico, tecnológico e cultural e uma grande quantidade de obras com a temática piauiense.

EDUFPI_MINI_DOC.jpg

Fachada da Livraria Universitária Monsenhor Melo

Localizada no Espaço Rosa dos Ventos, a livraria tem prestado um serviço fundamental de divulgação de obras piauienses. "Na nossa editora de 80 a 90% do que produzimos possui uma temática muito piauiense. A livraria Monsenhor Melo é para o leitor Piauiense. Durante o SALIPI - Salão do Livro do Piauí, é incrível a procura. Em outras livrarias o leitor não costuma encontrar um bom acervo de obras piauienses, nós mostramos ao público que quer ler obras sobre o Piauí que a livraria fornece essas obras", destaca o atual Diretor da Editora Universitária da Universidade Federal do Piauí (EDUFPI) Ricardo Alaggio.

livros.png

Acervo da Livraria Universitária Monsenhor Melo

Ao longo dos últimos 7 (sete) anos, não há nenhuma outra editora no estado do Piauí que possua a produção que a Editora Universitária possui. É a maior editora do Estado. "A produção aumentou muito a partir de 2010 e especialmente na gestão do professor Arimatéia a produção aumentou bastante, e aumentou porque aumentou muito a produção acadêmica e a pesquisa dentro da universidade. Houve um aumento nos cursos de Pós-Graduação, Mestrado e Doutorado, principalmente na área de Ciências Humanas e da Educação que são os nossos principais clientes dentro da Universidade." acrescenta  Ricardo Alaggio, Diretor da Editora Universitária.

IMG 149520180208140120

Acervo da Livraria Universitária Monsenhor Melo

Um papel importante que a Editora Universitária desempenha é a ajuda que oferece aos professores na produção dos seus livros. Com foco nos livros acadêmicos a editora ajuda os professores no processo de transformação dos trabalhos científicos em livros acadêmicos. Apesar do foco nos livros acadêmicos, a Livraria também oferece aos clientes obras de Literatura. Em parceria com a Academia Piauiense de Letras oferece aos clientes obras de Literatura, Romance e analises de Literatura Piauiense. Ainda possui parcerias com a Fundação Centro de Pesquisas Econômicas e Sociais do Piauí (CEPRO) e a Academia Campomaiorense de Letras.

IMG_1511.jpg

Seção de livros literários piauienses da Livraria Universitária

Para esse ano de 2018 o grande plano da Editora e da Livraria Universitária é aumentar a distribuição que o Diretor Ricardo Alaggio considera um ponto fraco da Editora hoje em dia. "Queremos que nosso livro circule ainda mais, isso é importante. Talvez seja esse o nosso maior desafio para esse ano, melhorar a distribuição, além do Piauí, lançar os nossos livros em um plano nacional." disse o diretor.

RicardoAlaggio.png

Diretor da Editora Universitária da Universidade Federal do Piauí (EDUFPI), Ricardo Alaggio

Um ponto forte da Editora é a qualidade do material produzido, não deixando a desejar em nada em comparação a livros produzidos por outras editoras. Os livros produzidos pela Editora são vendidos e doados por meio da livraria Monsenhor Melo.

A doação é aberta para qualquer instituição de cunho educativo. Essas instituições podem se dirigir a livraria e pedir a doação. No ano de 2017 a Editora doou mais de 2000 livros, para as mais diversas instituições do estado. Em janeiro desse ano já foram doados cerca de 515 livros no município de Alagoinha. Uma das principais políticas da Editora hoje em dia é a política de doação. Além da venda e doação, a Editora também distribui as obras produzidas nas próprias bibliotecas da Universidade.

Todos os livros da Editora são registrados na Biblioteca Nacional, que coordena e supervisiona as atividades técnicas da Agência Brasileira do ISBN - International Standard Book Number, sistema que identifica numericamente os livros segundo o título, o autor, o país e a editora, individualizando-os inclusive por edição. De 2009 até hoje foram mais de 800 registros. No ano de 2017 foram mais de 150 registros na Biblioteca Nacional. A Editora também faz o registro de periódicos no ISSN - Número Internacional Normalizado para Publicações Seriadas, código aceito internacionalmente para individualizar o título de uma publicação seriada.

Fim do conteúdo da página