Ir direto para menu de acessibilidade.
Página inicial > Últimas Notícias - UFPI > Curso de Conversação em Língua Inglesa: resultado das atividades I e II
Início do conteúdo da página

Ferramentas de mensuração auxiliam na identificação de fatores de risco de Doenças Cardiovasculares em crianças e adolescentes na América do Sul

Imprimir
Publicado: Quinta, 08 de Março de 2018, 11h42

SAYCARE20180308113928

Estudo desenvolvido com a participação de docente do Departamento de Biofísica e Fisiologia da Universidade Federal do Piauí sobre um sistema de gerenciamento de dados, auxilia na identificação de informações confiáveis, comparáveis e validadas sobre biomarcadores de saúde cardiovascular, estilos de vida e fatores ambientais, sociais e familiares de crianças e adolescentes em idade de 03 a 17 anos em sete cidades sul-americanas.

O estudo faz parte do projeto multicêntrico “South American Youth/Child Cardiovascular and Environmental Study, SAYCARE” (Estudo Sul-Americano Juvenil / Criança Cardiovascular e Ambiental), onde o docente do Departamento de Biofísica e Fisiologia, Dr. Leonardo Torres-Leal, coordenador do Grupo Doenças Metabólicas, Exercício e Nutrição (DOMEN) da UFPI, fez parte da execução, nos últimos quatro anos.

 

IMG_9057 (Copy).jpg

 Docente do Departamento de Biofísica e Fisiologia, Dr. Leonardo Torres-Leal

De acordo com o professor, o projeto envolve sete cidades sul-americanas: São Paulo e Teresina (Brasil), Buenos Aires (Argentina), Lima (Peru), Medellín (Colômbia), Montevidéu (Uruguai) e Santiago (Chile), onde foram desenvolvidas e padronizadas ferramentas de mensuração que avaliam os fatores sociais e ambientais, ambiente familiar, ingestão de alimentos, preferências e escolhas alimentares, atividade física e comportamentos sedentários, composição corporal, saúde bucal, lipídios e biomarcadores de saúde cardiovascular de crianças e adolescentes.

Segundo o Prof. Dr. Leonardo Torres-Leal, o SAYCARE foi desenvolvido como forma de superar a lacuna na literatura científica. “Não foram realizados estudos multicêntricos que utilizem métodos padronizados e desenvolvidos conjuntamente entre os países na América do Sul. Com este estudo pode-se comprovar a viabilidade da realização de estudos multicêntricos com crianças e adolescentes. Além disso, este projeto irá avaliar as características socioculturais desses países, caracterizando-os com um método válido e transcultural que raramente é considerado nos estudos europeus”, explica.

Dr. Leonardo Torres-Leal explica que os dados da pesquisa foram coletados por avaliadores que receberam treinamento em uma reunião realizada no Departamento de Educação Física da UFPI em março de 2015 com o objetivo de padronizar e harmonizar as técnicas de mensurações. “O estudo SAYCARE desenvolveu um sistema de gerenciamento e monitoramento da qualidade dos dados, bem como manuais dos protocolos utilizados. Todas as metodologias utilizadas no estudo foram aplicadas objetivando a aquisição de dados válidos, confiáveis e acurados para aplicação em populações pediátricas”, explica.

O professor ressalta ainda que, durante o treinamento e desenvolvimento da pesquisa, o grupo DOMEN contribuiu em todas as etapas do estudo. “Nossa colaboração no SAYCARE resultou na publicação de cinco artigos publicados na revista Obesity, uma das mais importantes das áreas de Nutrição e Endocrinologia. O envolvimento do DOMEN nesse projeto inédito aconteceu graças ao total apoio da UFPI durante as etapas do estudo”, comemora.

Fim do conteúdo da página