Ir direto para menu de acessibilidade.
Início do conteúdo da página

Professor do curso de Engenharia de Produção publica artigo sobre produção de biodiesel em periódico de pontuação A1

Imprimir
Publicado: Quarta, 27 de Março de 2019, 11h20

O Prof. Dr. Francisco de Assis Mota, docente do curso de Engenharia de Produção da Universidade Federal do Piauí e coordenador do Grupo de Estudos Avançados em Processos Industriais (GEAPI),  teve aprovação de artigo no periódico "RenewableandSustainable Energy Reviews", com classificação A1 no meio científico e fator de impacto 10.

Apresentado no fim de 2018, o artigo é advindo de tese de Doutorado pela Universidade Federal do Ceará (UFC), com a temática “The Niletilapiavisceraoilextraction for biodiesel production in Brazilaneconomicanalysis”, em tradução livre, “Extração do óleo de vísceras de tilápia-do-nilo para produção de biodiesel no Brasil: uma análise econômica”, com orientação dos professores José Tarcísio Costa Filho e Guilherme de Alencar Barreto.  

Máquina Biopeixes

Desenvolvido em parceria com a Fundação Núcleo de Tecnologia Industrial do Ceará (NUTEC), da Universidade Federal do Ceará (UFC), o projeto do Prof. Francisco Assis elaborou um mecanismo destinado à extração do óleo de vísceras (rejeitos) de pescados e, com isso, suprir a cadeia produtiva de biodiesel. Nomeado “Máquina Biopeixes”, atualmente o sistema encontra-se instalado no Açude Castanhão no Ceará e toda a produção de óleo obtida é comprada pela Petrobras Biocombustíveis. 

SAM 2087220190327105147

'Máquina Biopeixes' , além de reduzir o impacto ambiental, pode também trazer uma evolução de renda

“Em determinado período, o Ceará começou a fomentar a produção de pescado em larga escala e apoiar produtores daquela região. Então, começamos a desenvolver uma tecnologia em que fosse possível beneficiar os rejeitos de vísceras, antes despejadas nos rios. A tilápia criada em cativeiro têm uma grande quantidade de gordura, principalmente na parte visceral. Com a demanda e de forma a beneficiar os produtores, nós iniciamos esse trabalho que virou minha tese de Doutorado”, conta o Prof. Assis, autor do projeto.

Em 2016, a Máquina Biopeixes ganhou o Prêmio Von Martius de Sustentabilidade (Brasil – Alemanha), considerado o mais importante da América Latina quando se trata de desenvolvimento sustentável.  

DSC03245220190327105905

Prêmio Von Martius de Sustentabilidade 2016 (Brasil – Alemanha)

Publicação do Artigo

Depois do desenvolvimento da Máquina Biopeixes, o Prof. Francisco Assis enxergou a possibilidade de um estudo sobre geração de renda com o sistema. “A publicação do artigo foi para provar que a máquina era viável economicamente, um feito inédito. O resultado foi que nós provamos a capacidade dela ser paga totalmente em menos de 1 ano e de gerar um lucro de mais de 1 milhão de reais”, afirma o professor.

O próximo passo é expandir o maquinário em nível local, nacional e internacional. Para a implementação no mercado, o preço previsto é entre 7% a 10% em comparação com os preços de produtos já existentes. No entanto, o autor do projeto afirma ainda que a adesão pode ser demorada. “Se os pequenos produtores de pescado não tiverem um auxílio social e político se torna mais difícil a aquisição”.

A produção de biodiesel pelo óleo visceral já está comprovada. Agora, está em andamento um estudo sobre a extração do óleo para a produção de ração para os próprios peixes ou outros animais, como gatos.

Confira o artigo.

Fim do conteúdo da página