Ir direto para menu de acessibilidade.
Página inicial > Últimas Notícias - UFPI > Sai programação do Curso de Aperfeiçoamento para Professores de Matemática
Início do conteúdo da página

CIATEN realiza seminário sobre Tuberculose

Imprimir
Publicado: Quarta, 19 de Junho de 2019, 15h07

Uma doença silenciosa, mortal e com índices altíssimos, a Tuberculose mata 1,3 milhões por ano e acomete oito milhões de pessoas no mundo. No estado do Piauí, os dados registram 946 por ano. Diante dessa triste realidade, a Universidade Federal do Piauí (UFPI), por meio do Centro de Inteligência em  Agravos Tropicais, Emergentes e Negligenciados (CIATEN), realizou nessa terça-feira (18) um seminário sobre Tuberculose.

Palestra Tuberculose-15.jpg

Palestra sobre Turbeculose é realizada no Auditório do Curso de Farmśacia da UFPI

O evento aconteceu no Auditório do Curso de Farmácia, no Centro de Ciências da Sáude (CCS) e contou a presença de alunos dos cursos de graduação e pós-graduação na área da saúde da UFPI, como Framácia, Medicina e Enfermagem. O Prof. Dr. Viriato Campelo, Diretor do CCS, ressalta a importância da abordagem do tema sobre a Tuberculose e o principal objetivo do evento.

"A Tuberculose é uma doença preocupante porque, além dos doentes, existem aqueles que têm a infecção latente, ou seja, que têm a microbactéria da Tuberculose mas não possuem doença ativa, que, porém, pode se manifestar diante da baixa de imunidade. Temos ainda os casos de pessoas idosas, que por natureza têm imunidade baixa, e, portanto, estão mais vulneráveis à Tuberculose e nossa preocupação principal é com populações assim, por serem mais vulneráveis à doença", explica.

Palestra Tuberculose-8.jpg

Prof. Dr. Viriato Campelo, Diretor do CCS

Estiveram presentes também, além dos palestrantes, membros da coordenação do CIATEN. Bruno Guedes, Coordenador Científico do CIATEN, comenta porque a Tuberculose é um assunto com necessidade de ser abordado e qual o papel do órgão nesse processo. "No escopo do CIATEN estão os problemas de saúde pública negligenciados, que estão presentes na sociedade por muitos anos, e um deles é a Tuberculose. No Piauí ainda temos muitos casos dessa doença e hoje falamos sobre ela para identificar o que se tem de potencialidades e fragilidades no nosso estado, e assim, será possível fazermos pesquisas para que sejam transformadas em políticas públicas no combate à doença", diz.

Palestra Tuberculose-6.jpg

Bruno Guedes, Coordenador Científico do CIATEN

A palestrante do seminário e membro do Núcleo Técnico do Centro de Inteligência do CIATEN, Msc. Ivone Venâncio, abordou a temática "Epidemiologia da Tuberculose". De acordo com ela, a doença é classificada como um problema de sáude pública que, apesar de ser reemergente, nunca deixou de estar presente. "Com essa atividade na UFPI queremos mostrar na Academia a importância da pesquisa e extensão voltadas para o tema 'Tuberculose', e eu, especificamente, trouxe dados, indicadores, que mostram a urgência dessa abordagem", explana.

Palestra Tuberculose-4.jpg

Palestrante Msc. Ivone Venâncio, membro do Núcleo Técnico do Centro de Inteligência do CIATEN

Francieli Machado, estudante do Curso de Medicina da UFPI, esteve no evento. Segunda ela, é importante que todos os estudantes da área da saúde tenham contato com atividades que abordem assuntos relevantes para a saúde pública. "Estou cursando neste período a disciplina de Microbiologia, então eu vejo a importância de conhecermos mais sobre a Tuberculose, como ela age no corpo e quais os probelmas enfrentados com a doença para que possamos atender da melhor forma possível o paciente. E a grande pergunta desse seminário é sobre como podemos enfrentar a Tuberculose, que ainda é um problema nato da sociedade e por isso mesmo estou aqui", afirma a estudante.

Palestra Tuberculose-10.jpg

Francieli Machado, estudante do Curso de Medicina da UFPI


O evento teve duração até às 20h e dentre as temáticas abordadas durante as palestras estavam: Situação da Tuberculose em Teresina, Biosegurança da Equipe de Enfermagem no controle da Tuberculose e Desafios para tratamento da TB.

 

WhatsApp_Image_2019-03-21_at_17.21.3020190325095512.jpeg

Fim do conteúdo da página