Ir direto para menu de acessibilidade.
Página inicial > Últimas Notícias - UFPI > Alunos de Administração promovem workshop 'Como montar uma Empresa Júnior'
Início do conteúdo da página

II Seminário Brasil - Colômbia traz discussões sobre a importância da agroecologia para a construção do bem viver

Imprimir
Publicado: Quarta, 14 de Agosto de 2019, 17h20

Trazendo importantes discussões sobre um modo de vida mais sustentável, que considera diferentes contextos, culturas e sociabilidades, o II Seminário Internacional Brasil - Colômbia: Agroecologia e construção do bem viver: desafios da América Latina, teve início hoje (14), no auditório Noé Mendes, localizado no Centro de Ciências Humanas e Letras (CCHL).

evento agroecologia20190814171708

Abertura do II Seminário Internacional Brasil - Colômbia: Agroecologia e construção do bem viver: desafios da América Latina

Com ampla programação, a mesa de abertura contou com a presença do professor Luiz Alfredo (Colômbia), e as professoras Valéria Silva e Cristiane Carneiro. Na ocasião, foi falado sobre a relação da agroecologia e Universidade, pontuando as encruzilhadas da construção desse diálogo.

As atividades seguem durante à tarde, trazendo os relatos de experiências e frisando a necessidade do movimento agroecológico na Universidade Federal do Piauí (UFPI) e na cidade de Teresina. "São vários relatos diferenciados. A expectativa é a melhor possível, inclusive mais do que pela manhã, porque agora nós vamos ver o povo que coloca a mão na massa falando sobre o modo de produção. Isso é importante, já que agroecologia não é só você elaborar teoricamente, é efetivamente você ter uma prática agroecológica sobre a qual você consegue pensar, construir e compartilhar conhecimentos", destaca a Profa. Valéria.

evento agroecologia 220190814171820

Evento apresenta vasta programação e segue até sexta-feira (16)

Aluna do curso de Geografia, Denise Vieira ressalta que a temática é essencial para a construção de uma sociedade mais consciente com o consumo. "Sabemos que através do governo, do capitalismo, a nossa natureza é usada como mercadoria. Não podemos apenas observar, temos que discutir tudo isso. Com esse evento, estamos vendo tanto o Brasil quanto a Colômbia, que são países que têm a biodiversidade, problemas políticos, ecológicos e sociais parecidos. Nesse espaço, vou adquirir muito conhecimento e repassá-lo", pontua a estudante.

Compartilhando as experiências adquiridas com a participação na Feira, a artesã Drika Maria reforça a honra que é contribuir com o II Seminário. "Falar um pouco da minha experiência, em especial, a prática da criação, é gratificante. O trabalho que executamos é lindo e tudo dentro da sustentabilidade e agroecologia. Nesses espaços a gente busca o empoderamento feminino, trazendo uma autoestima às artesãs", esclarece Drika.

O evento continua com suas atividades amanhã (15) e encerra na sexta, dia 16.

Fim do conteúdo da página