Ir direto para menu de acessibilidade.
Página inicial > Últimas Notícias - PARFOR > Bolsistas da Capes podem acessar declaração de rendimentos
Início do conteúdo da página

Egressos do Parfor/UFPI são aprovados em concursos federais

Imprimir
Publicado: Sexta, 13 de Março de 2020, 10h58

 

Os egressos do Curso de Letras-Libras pelo Programa de Formação de Professores da Educação Básica (Parfor) na UFPI, Edigar Gonçalves de Farias Júnior e Hildegardes Alves Bandeira Bomfim, foram aprovados, em primeiro lugar, Edigar para o cargo de Professor de Libras na UFPI - Campus Senador Helvídio Nunes de Barros em Picos e Hildegardes para o cargo de Tradutora e Intérprete de Libras no Instituto Federal em Paulistana.

Para Edigar o programa abriu caminhos para sua segunda licenciatura, mas foi no decorrer da caminhada que revelou o que seria sua verdadeira vocação: “O Parfor trouxe excelência no conhecimento transmitido através de uma equipe altamente capacitada, mestres que hoje tenho orgulho de chamar de amigos, e isso fez do curso de Letras-Libras uma experiência vocacional, tenho a Libras como ministério, e através dela quero contribuir na formação de sujeitos surdos empoderados da sua L1 (primeira língua), que se se vejam tão capazes como qualquer ouvinte e possam sair do isolamento linguístico. A formação pelo Parfor me permitiu mergulhar ainda mais fundo na cultura surda desejando fazer parte dessa comunidade que embora minoritária é linda e cheia de potencialidades, trouxe filosofias e experiências que me ajudam como docente dentre elas ressalto as aulas ministradas pelos surdos Poliana e Luiz Cláudio interpretadas por Nádia Fernanda, Rhuan e Valquíria que abriram caminhos para a fluência que ainda busco”, afirma.

Já a professora Hildegardes explica: “O Parfor foi um transformador na minha vida, pois tinha muita vontade de fazer o curso de Letras-Libras, mas só era oferecido em Teresina na modalidade regular, no caso não tinha condições financeira de ir estudar na capital e esse curso oferecido pelo programa me proporcionou outro mundo           “.

Para a professora o Parfor é acolhimento, coragem e a cima de tudo oportunidade, “já tinha contato com surdos, mas precisava me qualificar e abriu essa turma em Picos, foi a grande oportunidade da minha vida”, esclarece.

Fazer o seletivo para o cargo de professor de Libras da UFPI foi um teste, afirma Edigar: “Mesmo sendo um teste pra mim mesmo, me espelho no resultado do trabalho das Professoras Sheila, Adriana, Nádia Fernanda e Dolores minhas orientadoras no Seminário Interdisciplinar do Parfor (SIMPARFOR), ali sem perceber eu ganhava experiências para está diante de uma banca e sinalizar sem medo. Sei que ainda estou em construção, mais levanto um altar de gratidão a Deus por me presentear com o Parfor”.

“Não posso esquecer os meus amigos de curso, pois ainda hoje contribuem com o meu enriquecimento intelectual e profissional. E se o Parfor Picos colhe frutos hoje é porque teve uma Glória Ferro assessorada por Maraisa Lopes e pelo Professor Antônio José que se doam e primam pela qualidade dos cursos ofertados”, conclui Edigar enfatizando sua gratidão.

Fim do conteúdo da página