Ir direto para menu de acessibilidade.
Página inicial > Últimas Notícias - UFPI > NOTA DE PESAR: Morre em Oeiras aos 88 anos o Sr. Oliveira Sinimbú
Início do conteúdo da página

UFPI realiza capacitação para profissionais de saúde bucal para atenção às crianças com síndrome congênita do zika vírus

Imprimir
Publicado: Sexta, 23 de Agosto de 2019, 14h04

WhatsApp Image 2019-08-23 at 14.02.56.jpeg

Com o objetivo de capacitar os dentistas do Centro de especialidades odontológicas do Piauí que atendem pacientes com necessidades especiais, aconteceu na manhã desta sexta-feira (23) a Oficina de qualificação dos profissionais de saúde bucal para atenção às crianças com síndrome congênita do zika vírus (SCZV), no auditório de Odontologia da Universidade Federal do Piauí (UFPI). O grupo de pesquisa da Universidade Federal do Piauí foi convidado pela secretaria estadual de saúde para ministrar a oficina.

WhatsApp Image 2019-08-23 at 12.44.36.jpeg

Profa. Dra. Marcoeli Silva de Moura

A programação iniciou-se com a palestra “Epidemiologia da SCZV e principais alterações bucais”, ministrada pela Profa. Dra. Marcoeli Silva de Moura. Na palestra, ela revelou detalhes  da pesquisa realizada na UFPI. “Na nossa pesquisa, nós acompanhamos cerca de 60 crianças com microcefalia e nós fizemos um grupo de comparação com nossas crianças de um projeto de extensão que já funciona há 22 anos na maternidade Evangelina Rosa. Comparamos crianças normativas com crianças com microcefalia”, expõe a Dra. Marcoeli.

 WhatsApp Image 2019-08-23 at 14.02.57.jpeg

Profa. Dra. Lúcia de Deus Moura 

Continuando a programação, a Profa. Dra. Lúcia de Deus Moura falou sobre Terapia Pulpar em dentes decíduos necrosados, uma das linhas de pesquisa trabalhadas no mestrado da UFPI. Para ela, a Universidade Pública tem um compromisso com a saúde pública. “A odontopediatria que a gente faz não é uma odontopediatria é uma odontopediatria social. Tudo que a gente faz tem uma conotação social. Sempre estamos buscando as evidências no sentido de melhorar o sistema único de saúde e dentro desse contexto estudamos Terapia Pulpar em dentes decíduos”, enfatiza.

WhatsApp Image 2019-08-23 at 12.41.36.jpeg

Profa. Dra. Marina de Deus Moura de Lima

A palestrante seguinte, Profa. Dra. Marina de Deus Moura de Lima falou sobre os Defeitos de Desenvolvimento do Esmalte Dentário e relatou a importância do acompanhamento mais próximo da saúde bucal dessas crianças. “Nós temos um projeto de extensão vinculado a UFPI chamado "Programa Preventivo para Gestantes e Bebês" e nós atendemos crianças de 0 a 3 anos quando essas crianças apresentam defeito de esmalte a gente faz o controle delas bem próximos. As mães são orientadas de que essas crianças apresentam uma maior chance de desenvolver cárie, nós fazemos o acompanhamento de uma forma mais próxima”, disse a Dra. Marina de Deus.

WhatsApp Image 2019-08-23 at 12.47.26.jpeg

Profa. Dra. Thais Torres 

A Última palestra abordou a importância de saber manejar corretamente o paciente com a SCVZ. A palestrante Profa. Dra. Thais Torres destacou que os profissionais que trabalham com pacientes especiais diretamente precisam ter estratégias de manejo não só para os pacientes, mas também para os pais. “O grande objetivo da odontologia que trata paciente especial é a motivação especial, porque o paciente em si não tem uma condição de optar por determinados tratamentos ou até mesmo de ir ao dentista”, reiterou Dra. Thais Torres.

A odontóloga Julie Carvalho iniciou seu trabalho de atendimento a crianças com deficiência em março deste ano. Ela participou da capacitação e ressalta a importância de pais e profissonais estarem atentos às crianças com deficiências, uma vez que são mais dependentes. "A primeira coisa que temos que saber é que tem que se promover saúde para esse tipo de paciente, pois são totalmente dependentes na infância. Além disso, a boca pode ser um foco de infecção, por isso tem que se ter bastante atenção", afirma.

WhatsApp Image 2019-08-23 at 16.58.28.jpeg

Julie Carvalho, odontóloga que presta serviços a crianças com deficiência

A programação da oficina continuará com a Oficina de materiais de auxílio para atendimento odontológico Mutirão de Atendimento das crianças com microcefalia. O evento é realizado pela Universidade Federal do Piauí em parceria com a Secretária de Estado da Saúde do Piauí.

 

Fim do conteúdo da página