Ir direto para menu de acessibilidade.
Página inicial > Últimas Notícias - UFPI > "No início, o acesso ao Campus da Ininga era muito difícil", conta professor com 49 anos de UFPI
Início do conteúdo da página

"No início, o acesso ao Campus da Ininga era muito difícil", conta professor com 49 anos de UFPI

Imprimir
Publicado: Quinta, 25 de Fevereiro de 2021, 15h07

49 anos de muito trabalho dedicados à Universidade Federal do Piauí (UFPI). Esse é o tempo que o professor Antônio Macedo de Santana tem cultivado perante toda comunidade acadêmica e que se confunde com a fundação da própria UFPI, que completa 50 anos no próximo mês de março. "Macedão", como é conhecido afetuosamente por muitos, considera que “é o carinho pela Instituição que faz o diferencial. Não cansa e motiva a continuidade pelo trabalho”.

49anosmacedo 6 min

Professor Macedo 

Natural da cidade de Barbalha, do Ceará, o professor tem a sua data de admissão na UFPI no dia 18 de fevereiro de 1972 e começou a lecionar ainda na Faculdade Católica de Filosofia do Piauí (FAFI), localizada na Praça Saraiva, no centro de Teresina, no Ciclo Geral de Estudos, onde eram ofertadas disciplinas comuns a todos os cursos existentes na época. O professor lembra do contato e conversas com professores como Padre José Nogueira Machado, Clemente Fortes e Camilo Filho.

 WhatsApp_Image_2021-02-25_at_15.39.08.jpeg

Ficha de Admissão da UFPI do Prof. Macedo (dados pessoais preservados)

 macedo1

Professor Macedo, registro da década de 1970

A construção do campus é outro marco que ele aponta como memória. “Na época, para chegarmos ao campus da Ininga era muito diferente. Estava tudo em construção e o acesso era muito difícil. A universidade era aberta e cercada por arames farpados. Bem diferente de como vemos hoje”, disse.

Entre os fatos mais importante em que vivenciou, Macedo destaca o plantio de 6 mil mudas, em que ele e o professor Anfrísio Neto, então Reitor na época, se dedicaram. “Eu vi essas arvores em sua origem, plantamos com o intuito de sombreamento, entre pés de manga, caju e eucalipto”. Outro grande orgulho de Macedão foi ter sido Paraninfo Geral na Colação de Grau Única, que acontecia todos os anos no Ginásio Dirceu Arcoverde, o Verdão, para todas as turmas da UFPI.

arvoresma 3

arvoresma 2

Áreas arborizadas da UFPI

A Universidade, segundo ele, também teve um papel fundamental na construção de sua família. Com sua esposa, Vera Lúcia Macedo Santana, teve três filhos que logo se formaram pela UFPI; Sâmia Macedo Santana, em Administração, Janaína Macedo Santana, em Engenharia Civil e André Macedo Santana, que é professor do departamento de Computação, seguindo a mesma carreira de docência da UFPI do pai, e que para Macedão, “é motivo de muito orgulho”.

O professor Dedicação Exclusiva é lotado no Departamento de Física e já exerceu cargos de gestão como Chefe de Departamento, por cinco vezes, Diretor do Centro de Ciências da Natureza, por um mandatos e Pró-reitor de Administração na gerência dos reitores Anfrísio Neto, Charles da Silveira e Pedro Leopoldino e dois mandatos como presidente da Comissão Permanente de Seleção da UFPI (COPESE).  

Em suas contas, Macedão acredita que ajudou na formação de cerca de 10 mil alunos durante todo esse tempo e passa como mensagem para os novos servidores que “amem essa Universidade, que tenham a responsabilidade em servir os outros, sem o intuito de prejudicar ninguem, pois assim os resultados são prazerosos”, afirmou.

Fim do conteúdo da página