Ir direto para menu de acessibilidade.
Página inicial > Últimas Notícias - UFPI > Curso de Licenciatura em Educação do Campo publica a 7ª edição do Inforcampo
Início do conteúdo da página

Curso de Licenciatura em Educação do Campo publica a 7ª edição do Inforcampo

Imprimir
Publicado: Quinta, 18 de Novembro de 2021, 08h44

O processo de formação dos professores da Educação do Campo deve estar centrado no tripé ensino-pesquisa-extensão, possibilitando que partilhem o complexo exercício da prática reflexiva, aliada a múltiplas buscas e inquietações, contribuindo para a formação de novas gerações de professores-pesquisadores.

Com esse propósito, o Projeto de Extensão “Inforcampo: Informativo da Licenciatura em Educação do Campo” oportuniza aos acadêmicos vivências que articulam leitura, discussão, pesquisa e produção escrita, favorecendo a expansão do conhecimento para além do espaço acadêmico, alcançando também as comunidades camponesas nas quais os acadêmicos estão inseridos.

A 7ª edição do Inforcampo busca compreender a realidade que se impôs com a crise sanitária, as contradições que se apresentam no contexto pandêmico, sobretudo no campo da educação, cujas perdas parecem ser imensuráveis. O projeto foi produzido pelos estudantes do curso, sob a coordenação dos docentes Raimunda Alves Melo, Jean Antunes Catapreta e Keylla Rejane Almeida Melo. 

                                                                                                                            PRIMEIRA PÁGINA INFORCAMPO Capa do informativo

Além de socializar conhecimentos, informar, suscitar reflexões e discussões, o projeto procura principalmente por meio da poesia, de histórias de vida e de argumentações, incentivar a ação. Segundo a professora Raimunda Melo, os textos se apresentam no sentido de evidenciar os avanços jurídicos, teóricos e práticos conquistados no âmbito da Educação do Campo. “A realidade perversa imposta às populações camponesas ao longo da história do Brasil ainda hoje se faz presente. A pandemia escancarou ainda mais as fragilidades no acesso, permanência e sucesso escolar de crianças e jovens do campo.”, pontua a coordenadora. 

Confira o informativo clicando aqui.

Fim do conteúdo da página